A importância de Praticar o Silêncio

O nosso cérebro corre várias maratonas todos os dias, se enchendo de pensamentos, muitas vezes inúteis e improdutivos. Esses pensamentos podem fazer a gente se preocupar com o futuro, ou ficar pensando no passado, e distrair o nosso dia a dia, causando estresse e atrapalhando o nosso foco.

Grande parte dos estímulos que recebemos ao longo do dia são uma agitação extra que não fomos projetados para processar e manter. Um dos maiores especialistas em mindfulness, Cory Muscara, ex-monge, co-apresentador do mindfullness.com e instrutor de psicologia na Universidade da Pensilvânia, apresentou dados que mostram que experimentamos mais estímulos em uma semana do que nossos ancestrais experimentaram em uma vida.

O silêncio então é a redução desses estímulos, e dá ao nosso sistema nervoso a oportunidade de voltar ao equilíbrio, ser reiniciado e não ser pego em uma luta, fuga ou reatividade. Para algumas pessoas, praticar o silêncio pode parecer assustador, mas silenciar é muito mais do que pensamos e seus benefícios para a saúde são imensos, pois quando descansamos o cérebro das funções de processamento, ajudamos a sustentar a energia do corpo.

Embora o silêncio possa parecer algo como não fazer nada, é nesse ‘nada’ que nos reconectamos ao nosso propósito de fazer. Além disso, silenciar é uma ponte que nos conecta com nosso eu interior, e ter uma conexão melhor com nosso eu interior pode levar a uma conexão melhor com os outros.

Já pararam para pensar sobre isso?

Subscribe Our Newsletter