ANTES FELIZ DO QUE ESPERTA.

[:pb]ANTES FELIZ DO QUE ESPERTA.
Alguém me disse uma vez, muitos anos atrás, que ele achava que eu jamais seria feliz. Eu era esperta demais pra ser feliz… Bom, eu não soube bem o que pensar disso. Foi um insulto? Achei que não pois eu e ele éramos bons amigos. Era o tipo daqueles elogios consoladores do tipo: todos os grandes pintores tinham almas torturadas. Isso era uma coisa boa? Uma coisa ruim? Ou simplesmente uma forma de dizer que ignorância é uma benção? Depois da surpresa inicial com o comentário, segui em frente. Até hoje.
Eu estava dirigindo pro trabalho no começo desta semana pensando o quão feliz eu sou. Digo, a vida é certamente cheia de imperfeições. E a falta de perfeição me fez louca e deprimida com o passar dos anos, mas silenciosamente eu percebi que isso mudou. Hum! Por que será?
Bom, comecei a pensar em um dos meus primeiros posts neste blog. Falei sobre as maravilhas do método Kaiut, que uma hora no tapete basta pra eu ver o mundo com outro olhar. O mundo não mudou, mas eu sim. De certa forma, os clichês se aplicam a mim agora – me sinto como uma pessoa que tem o copo sempre meio cheio, uma pessoa que vê o mundo através de óculos com cor de rosa, que vê o bem em tudo, que tem sempre o lado positivo… (tá, vou parar agora).
E agora, a coisa mais interessante que percebi é que não são apenas as horas após à minha prática. Ser feliz se tornou o meu princípio de vida, meu humor constante. De alguma forma, ao praticar regularmente, a minha prática Kaiut estabeleceu um novo senso de contentamento em mim, feliz com a minha vida e com o mundo em geral. Todas as mesmas coisas boas de antes têm acontecido comigo no meu dia-a-dia, mas eu não as vejo da mesma forma, nem reajo da mesma forma. Me disseram que isso é o que os budistas chama de corpo de bem-aventurança. E estou de pleno acordo com isso o quanto durar.
Se estar neste estado me faz ignorante, ótimo! Se sou inocente demais pra ficar deprimida, ótimo. Talvez ser esperta é superestimado demais. Meu objetivo, hoje, é ter mais um dia burro e feliz!
Namaste.

HEIDI PHILIP[:]

Subscribe Our Newsletter

Newsletter

Não vá embora!

Inscreva-se na nossa Newsletter e não perca as últimas novidades.