Os benefícios da meditação

[:pb]

Se ainda não pratica meditação conheça os efeitos benéficos que esta prática pode trazer não só para a sua mente, como também para o seu corpo.
 
A prática de meditação tem muitos benefícios para a saúde física, mental, emocional e espiritual. Muitos deste benefícios já foram comprovados por estudos científicos.
 
Segundo o neurologista do Hospital Albert Einstein, João Radvany, a prática de meditação tem muitos benefícios, entre eles: imunológicos, neurológicos, cardiovasculares e psiquiátricos.
 
Para Elisa Kozasa, pesquisadora Instituto do Cérebro/Einstein, em entrevista para o mesmo programa afirma que o “grande ganho é aprender a relaxar e ao mesmo tempo manter a atenção”, e ainda ser capaz de melhorar o desempenho em nossas atividades diárias.
 
Alguns estudos tem mostrado que os efeitos ou benefícios da meditação durariam entre 1 e 2 dias no nosso campo energético, e é por isso que é tão importante e necessário praticarmos a meditação diária, ou, no mínimo, de 2 em 2 dias, para que você consiga permanecer nesta frequência energética mais elevada.
 
Se você praticar a meditação diária por 5 ou 6 dias na semana, certamente no final do primeiro mês o seu corpo e a sua mente estão pedindo cada vez mais pela prática meditativa, porque realmente os benefícios da meditação levam você para um lugar longe da correria e do estresse diários.
 
Um dos mais respeitados hospitais do país, o Hospital Israelita Albert Einstein também já realizou pesquisas sobre os benefícios da meditação diária, e concluiu que aumenta a concentração do praticante e ainda os efeitos benéficos da prática persistem durante as tarefas do dia a dia.
 
A Universidade Federal de São Paulo fez algumas pesquisas e concluiu que a meditação diária é eficaz para controlar problemas de origem emocional, como hipertensão, problemas ligados à gastrite e dores crônicas.
 
A Universidade de Montreal realizou estudo que foi publicado na revista Psycosomatic Medicine, e concluiu que a meditação diária traz alívio da dor e diminuição da sensibilidade à dor.
 
As Universidades da Califórnia, de Boston e Wisconsin-Madison realizaram estudos, e concluíram, respectivamente, que a meditação diária ajuda no controle da ansiedade, déficit de atenção, hiperatividade, estresse e depressão, trazendo maior estabilidade emocional ao praticante.
 
A famosa revista TIME já disse que meditação não é mais coisa apenas da nova era, mas sim que se trata de questão de saúde e bem-estar, e que deve ser levada cada vez mais a sério como um meio de trazer saúde para as pessoas.
 
A Revista VEJA já abordou a meditação diária e os benefícios da meditação em inúmeras vezes, e trouxeram informações muito relevantes. Estudo já mostraram que a meditação finalmente ganhou aval científico, que ajuda no equilíbrio emocional, que fortalece o sistema imunológico, e que alivia ansiedade, depressão e dores crônicas.
 
A Revista Isto É também já abordou a meditação diárias em várias ocasiões, trazendo estudos comprovando o poder da prática e indicando os benefícios da meditação na saúde das pessoas.
 
Há diversos estudos que relatam as alterações fisiológicas que ocorrem em pessoas que meditam. Na área cerebral, nota-se um aumento da integração e efetividade do cérebro e acontece uma ampliação das ondas cerebrais relacionadas ao relaxamento.
Além disso, ocorre um menor gasto de oxigênio pelas células do corpo, redução da frequência cardíaca e diminuição da condutância elétrica da pele (devido ao relaxamento). “Em resumo, podemos dizer que o ato de meditar provoca uma redução do metabolismo e assim ocorre uma pronunciada desaceleração do funcionamento do corpo”. O cérebro fica globalmente mais irrigado, aumentando a coerência e sincronia eletro-encefalográfica. Há ainda o aumento da concentração de dopamina, norepinefrina e serotonina (neurotransmissores), o que explica o aumento da sensação de prazer, motivação e energia após a prática da meditação. Também há uma redução dos hormônios do estresse.
“Pesquisadores acreditam que meditar é um ótimo remédio para a vida.”
 
De alguma forma, todos nós sabemos que o relaxamento é bom para nós. Agora, a ciência provou que o relaxamento profundo muda nossos corpos em um nível genético. O que os pesquisadores descobriram é que, em praticantes a longo prazo de métodos de relaxamento, como ioga e meditação, possuíam ” genes de combate a doença” estavam bem ativos, em comparação com aqueles que praticavam nenhuma forma de relaxamento.
 
Mas o relaxamento profundo não é do tipo: desligar e relaxar com uma xícara de chá ou descansar no sofá. O que você está procurando é um estado de profundo relaxamento onde a tensão é liberada a partir do corpo em um nível físico e sua mente muda completamente.
 
O efeito não será alcançado por descansar de uma forma cotidiana, nem dormindo.
 
Você só pode realmente alcançá-lo, aprendendo uma técnica específica, como a auto-hipnose, imaginação ou meditação guiada. O efeito de relaxamento, no entanto, pode não ser igual para todos. Algumas pessoas são mais suscetíveis aos métodos de relaxamento do que outras.
Estes são apenas alguns dos benefícios cientificamente comprovados :
– Diminui dores crônicas, e a sensibilidade a dor;
– Reduz a síndrome do intestino irritável;
– Anti-inflamatório;
– Combate a Hipertensão arterial;
– Combate a Ansiedade, Depressão e Estresse;
– Melhora a qualidade do sono (no combate a insônia);
– Diminui TPM, Sintomas da Menopausa e Alterações Hormonais;
– Aumento da fertilidade;
– Dores de Cabeça, Enxaqueca e Labirintite;
– Resiliência;
– Equilíbrio Emocional;
– Mais Harmonia nos Relacionamentos;
– Melhora a Concentração;
– Aumento de satisfação e melhor desempenho no ambiente de trabalho;
– Aumento de bem-estar e autoestima;
– Estímulo da criatividade, inteligência e memória;
– Fortalecimento do sistema nervoso e imunológico;
– Diminuição do consumo do tabaco, do álcool e de drogas ilícitas.
Com certeza, todos estes benefícios da meditação são bons motivos para você começar a praticar agora mesmo.
Fonte: pensopositivo

[:]

Subscribe Our Newsletter

Newsletter

Não vá embora!

Inscreva-se na nossa Newsletter e não perca as últimas novidades.