YOGA COMO UM DIFERENCIAL?

Olá! Meu nome é Stephen. Entre tantas coisas, sou marido, pai, professor e praticante do método Kaiut. Conheci o Francisco uns 5 anos atrás. Naquela época eu não sabia, mas ele estava pra me apresentar a uma prática que iria influenciar toda a minha vida. Eu havia ensinado vinyasa por quase 6 anos and e estava extremamente apegado à prática. Minhas aulas era populares, mas mesmo assim eu estava vendo, tanto em mim quanto nos meus alunos, machucados crônicos nas maiores juntas do corpo (dos pés aos quadris e dos quadris aos ombros e pescoço) e nada estava melhorando. Parecia havia um consenso calado de que todos nós tínhamos que viver com dores e desequilíbrio. Voltando uns anos, não me surpreende o fato de que eu também me senti fragmentado e e desconectado. Eu tinha uma ideia dos benefícios que o yoga poderia trazer para um praticante, mas eu não estava vendo isto.
Minha amiga e colega de trabalho, Michelle, me convidou para uma aula do método Kaiut. Eu estava hesitante em tentar mais um outro tipo de yoga, contudo, respeitei a Michelle e fui ver com os meu próprios olhos. Foi diferente de qualquer coisa que havia experimentado antes. Não era rigoroso, mas mesmo assim era intenso. Não suei, mas mesmo assim me encontrei. Era tenso e inconfortável. Depois da aula, senti uma enorme sensação de libertação, contudo, eu não tinha certeza de como ou por quê. Decidi continuar a ter aulas com o Francisco sempre que ele se encontrava na cidade.
Em 2014, me mudei com a minha esposa, Sara, e naquele inverno ela me acompanhou às aulas do Francisco. Desta vez foi diferente. Eu tinha quebrado o meu pé alguns meses antes e isso gerou uma dor severa e um amortecimento por toda a minha perna até os meus quadris, local onde um carro me atingiu num atropelamento quando eu era criança. A pausa e a crescente inflação artrítica fazia com que eu tivesse dores para me mexer e eu me preocupava que ela iria piorar e um dia não poderia mais andar. O machucado serviu como um portal para eu aprofundar o meu entendimento e compromisso com o trabalho do Francisco. Desta vez, de alguma forma, afundou nos meus ossos. Senti no âmago o que este trabalho poderia fazer por mim e pelos outros.
Tenho praticado Kaiut Yoga todos os dias desde então e agora ensino apenas este estilo de yoga. Hoje a mobilidade desde a minha pelve até os meus pés e mais saudável do que eu jamais foi. Meus problemas de pulso e ombros, exacerbados pelos anos de uso exagerado fazendo a posição de cachorro, também estão diminuindo. A dor crônica em ambos os lugares reduziram dramaticamente. A liberdade que eu sinto hoje no meu corpo e na mente vai além do que eu jamais imaginei. No Kaiut Yoga encontrei uma prática holística que posso me aprofundar, esteja eu cansado ou exaltado, feliz ou triste. A vida ainda continua com sofrimento pra mim, mas agora encontrei uma nova forma de encará-lo. Mais do que nunca, tenho a habilidade de lidar com o que me aparece.
Kaiut Yoga me ajuda a ser forte e móvel, presente e centrado, e livre. A técnica e os estudos do Francisco são nada menos que estonteantes.

Subscribe Our Newsletter